Domingo, 27 de Janeiro de 2008

R.I.P.

Morreu o jovem actor.

Gostei dum teen flick em que participou que me tocou especialmente.

Por nada de especial, apenas pelo filme que foi, pela altura em que eu estava.

Pela terceira vez, recordo o poema do filme:

 

                   I hate the way you talk to me
                    And the way you cut your hair.
                    I hate the way you drive my car.
                    I hate it when you stare.
                    I hate your big dumb combat boots
                    And the way you read my mind.
                    I hate you so much it makes me sick.
                    It even makes me rhyme.

                    I hate it...
                    I hate the way you're always right.
                    I hate it when you lie.
                    I hate it when you make me laugh;
                    Even worse when you make me cry.

                    I hate it when you're not around
                    And the fact that you didn't call,
                    But mostly I hate the way I don't hate you;
                    Not even close;
                    Not even a little bit;
                    Not even at all.

Urbanamente::
música: ...
urbanizado por jfd às 16:03
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 24 de Janeiro de 2008

Universidade Moderna

15/01/2008, LUSA: O ex-reitor da Universidade Nova de Lisboa, Leopoldo Guimarães, é, desde o início do mês, reitor da Universidade Moderna. O responsável diz que aceitou o desafio por acreditar que pode levar a instituição “a atingir um nível de excelência”.

Leopoldo Guimarães, em funções desde 2 de Janeiro, contou à Lusa que, após ter sido convidado para o cargo, demorou três meses a aceitar, período durante o qual fez um estudo aprofundado das condições que tinha para desenvolver o seu projecto.

"Fiz uma análise profunda em termos pedagógicos e científicos e verifiquei que tinha uma boa base de trabalho para atingir o nível de excelência", disse, acrescentando ter também desenvolvido já trabalho ao nível da "apresentação de novas propostas de mestrado e licenciatura".

Determinante para aceitar o cargo foi a garantia que obteve, da parte dos gestores da entidade instituidora, a Dinensino, de ter condições financeiras para levar o cabo o projecto, nomeadamente para contratação de docentes e para investigação científica, explicou.

Relativamente ao projecto pedagógico para a universidade, Leopoldo Guimarães destacou as novas propostas de mestrado e licenciatura, bem como o reforço de laços com outras universidades europeias.

"A investigação científica é fundamental e essa tem que ser organizada", considerou, afirmando ter feito um levantamento da capacidade da universidade para um plano estratégico de desenvolvimento científico.

"A Universidade Moderna tem centros de estudo em várias regiões do país. É preciso aproveitá-los para a investigação científica e, desse modo, contribuir para a actividade económica dessas regiões", avançou Leopoldo Guimarães.

Questionado sobre o facto de aceitar integrar a equipa de uma universidade que, durante o ano passado, esteve envolvida em alegadas irregularidades - que levaram inclusivamente o Ministério do Ensino Superior a determinar a abertura de inspecções -, Leopoldo Guimarães assumiu que "tudo na vida tem riscos".

Admitindo que os largos anos de experiência que tem como director de faculdade, e posteriormente reitor de universidade, podem "ser benéficos" no seu projecto para a Moderna, Leopoldo Guimarães salientou ser um "parâmetro fundamental" acreditar que pode "aguentar um projecto pedagógico e científico para a universidade".

O Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (MCTES) pediu à Inspecção-Geral e à Direcção-Geral do Ensino Superior, a 3 de Agosto do ano passado, que procedessem a averiguações urgentes quanto à manutenção dos pressupostos do reconhecimento de interesse público e das condições pedagógicas de funcionamento da instituição e dos seus três pólos (Lisboa, Setúbal e Beja).

A 28 de Setembro, o ministro Mariano Gago tornou a solicitar à Inspecção-Geral do Ensino Superior que desenvolvesse averiguações urgentes à Universidade Moderna, desta vez devido ao facto de a instituição estar a aceitar e a cobrar inscrições de novos alunos sem ter autorização para abrir vagas para o primeiro ano. Estes processos estão ainda a decorrer.
urbanizado por jfd às 23:51
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 8 de Janeiro de 2008

Sarco

 

À parte do estatuto de estrela, de um casamento que se avizinha e de outros assuntos da mesma esfera desinteressante mas que vende jornais e que torna os políticos franceses sexys, muito se tem passado em França. E muito se quer para o Futuro.

 

Para começar na semana passada o Presidente anunciou que uma empresa de auditoria iria acompanhar regularmente a performance dos seus ministros, produzindo relatórios e avaliações quadrimestrais. Excelente ideia! Importe-se já :) Com estes relatórios em mão, o Chefe pretende encontrar-se 4 vezes por ano com os seus Ministros para discutir as suas avaliações. Sarcozy sempre disse que as reformas são difíceis e que a melhor chance para a França virá do facto de se rodear dos melhores. E assim conseguirá efectivamente separar o trigo do joio.

 

Hoje, terminou à pouco a primeira grande conferência de imprensa desde que foi eleito. Já passaram 8 meses. Desceu já cerca de 18 pontos nas intenções de voto se não estou enganado. Mas tem muitas ambições para o futuro;

- com a ajuda de 2 Prémios Nobel da Economia quer alterar o instrumento de medição do crescimento em França

- quer terminar com a publicidade nos canais de televisão públicos, sendo financiados por uma taxa sobre a publicidade dos canais privados e uma pequena taxa sobre novos média

- quer negociar descidas de preços com supermercados e fornecedores

- quer avaliar o facto de a França ter um deficit orçamental já com 26 de idade

- quer avançar com força com as reformas

- quer ser a voz dos países pobres no FMI e no Banco Mundial

- quer no futuro ver um G13 em oposição a um G8

- quer ver alargado e repensado o Conselho de Segurança da ONU.

 

Ora digam lá isto é um Presidente ou não? Não me importava nada que a França ocupasse no mundo o lugar que agora ocupa o Reino Unido.

urbanizado por jfd às 13:22
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 6 de Janeiro de 2008

Em memória

Luiz Pacheco

urbanizado por jfd às 13:17
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 2 de Janeiro de 2008

Eleições EUA 2008


2008 é o ano em que acaba a era Bush! Graças a Deus termina a cruzada neo conservadora! Em 8 anos o mundo mudou, para pior, muito pior. Consequências de um neo imperialismo, de um neo conservadorismo , de um autismo vindo daquelas bandas.

Estamos finalmente em Janeiro! E digo finalmente porque estas são as eleições mais antecipadas de sempre nos EUA.
E os candidatos a candidatos andam nisto há bastante tempo. A garantir apoios, a garantir meios financeiros e a preparar toda a logística da loucura que é uma pré campanha seguindo-se-lhe uma campanha.

Mas porquê Janeiro? Porque em Janeiro em 4 primárias se definem os candidatos às eleições de 4 de Novembro de 2008.
Começa tudo nos caucus do estado do Iowa. E o que é um caucus? É uma referência à herança nativa dos EUA; é a reunião dos chefes de tribo em que são tomadas as decisões importantes. Nos tempos modernos traduzem-se em reuniões por todo o estado, em escolas, cafés, ginásios, etc. de grupos de pessoas que votam entre si quer em voto secreto ou de mão no ar no candidato do respectivo partido que desejam ver como nomeado a candidato. Seguem-se as outras primárias que culminam na Super Tuesday em que se votam nos 22 estados restantes. De referir que só a questão de se escolherem as datas das primárias já encerra em si uma grande dose de estratégia e uma grande luta entre os representantes locais dos partidos.

Há algum misticismo a envolver a primeira primária que tanto pode dar um gigantesco impulso a um desconhecido como aconteceu com o Presidente Carter, ou pulverizar um preferido como aconteceu com Howard Dean.

Lá mais para o fim do ano acontecem então as convenções que são os nossos equivalentes aos congressos. Vai tudo combinado. São eventos organizados e orquestrados ao minuto para consagrar o nomeado que em principio já se saberá muito antes. A não ser que haja um movimento de ultima hora que traga alguma emoção há muito não vista por essas bandas. O objectivo é então a consagração e a passagem da imagem da unificação de um partido e dos candidatos que até algum tempo atrás se matavam publicamente, e agora dois deles são companheiros de corrida presidencial.

O resto já sabem ;) Começam os ataques cerrados. A lavagem de roupa suja. Etc e tal.

Sobre os candidatos deixo os meus apontamentos pessoais:

Hillary Clinton (d) -> Todos lhe reconhecem experiência e sentido de estado, ninguém confia nela. É tida como distante, calculista e até há quem aposte que não tem coração:)
É a primeira mulher a candidatar-se e a provável candidata do Partido Democrata. Está a desbravar terreno.

Barack Obama (d) -> Todos lhe reconhecem a simpatia e a capacidade de retórica mas não lhe vêm substância para lá do apelo, empatia e jovialidade. Tem captado muito do eleitorado jovem e a surpresa poderá vir dos votos dos crónicos abstencionistas. Se ganhar as primeiras duas primárias é um feito histórico. Não é o primeiro negro candidato a candidato, mas caso seja o nomeado, fará historia e se uma forma não fracturante o que será realmente o facto politico na América do sec. XXI.

John Edwards (d) -> O extremista do Partido Democrata, radicalizou o seu discurso, após a derrota como parceiro de Kerry nas últimas eleições. É tido pela direita como extremista levado ao colo por sites de extrema esquerda e sem hipóteses na nomeação. Tem como alvo principal a Senadora de Nova Iorque e como sonho esbater a diferença entre a América Rica e a América Pobre.

Do lado democrata ainda há o Joe Biden que não me aquece nem me arrefece, o Bill Richardson que me parece ser o mais experiente em politica e relações internacionais, o Chris Dodd, o Mike Gravel que estando em último tem obviamente o discurso mais coerente e mais correcto de todos mas ninguém liga e o fantástico Dennis Kucinich que de fantástico tem a sua incrivelmente bonita mulher que faz sucesso em todos os debates.

Do lado do Grand Old Party temos:

Rudy Giuliani (r) -> Desistiu em 2000 de concorrer ao Senado. Foi mayor de Nova Iorque por duas vezes. Foi-o durante o ataque de 11 de Setembro. Capitalizou politicamente em torno disso. É atacado pela base conservadora do seu partido pelas suas posições no que toca ao controlo de armas, aborto e casamento gay. É criticado pelas suas opções pessoais no que toca aos vários casamentos. É criticado pela forma como gastou dinheiros publícos com as suas conquistas. É criticados por bombeiros, que são apelidados por serem de esquerda, no que toca à forma como decorreram os trabalhos de salvação no pós 11 de Setembro. Mas é o candidato para qual os conservadores se viram para ter a sensação de segurança; que é a que mais prezam. Estou muito curioso para ver o que lhe vai acontecer. Estrategicamente ignorou o Iowa e deixou o Mike Huckabee ganhar terreno ao seu principal concorrente Mitt Romney.

Mike Huckabee (r) -> Foi pastor. De almas, não de ovelhas ;) Era tido como um dos candidatos que vêm no fim e ninguém liga. Sem muito dinheiro nem uma grande logística. Escalou até ao topo. Foi o primeiro a ter tomates de desejar um Feliz Natal numa América cada vez mais presa ao politicamente correcto. Tem um discurso simples, conservador e quer abolir o IRS e instituir o equivalente ao IVA. As suas gaffes no que toca à politica externa podem-lhe custar as hipóteses que teria. Tem os valores cristãos e não tem vergonha de os afirmar. Representa o eleitorado fundamentalista. Mas com um pequeno rasgo de novidade. É o alvo preferido de Mitt Romney.

Mitt Romney (r) -> É, como diria Herman José, Hélder (Mórmon) o que lhe tem causado alguns dissabores. A sua religião nunca interferiu com a sua gestão do estado de Massachusetts, mas isso não impede de os seus rivais mais directos lançarem a confusão para os media com frases do tipo “ Não são os Mormons que dizem que o Diabo é Irmão de Jesus?”(Frase de Mike Huckabee após um debate na CNN em entrevista a uma revista se não me engano). É de longe o que tem gasto mais dinheiro na aposta Iowa e o que mais tem deslizado. Nada é seguro só saberemos depois de amanha. Fez um discurso sobre a sua religião que foi muito aguardo. A lembrar o discurso de JFK quando era ele o primeiro católico a candidatar-se à casa Branca. Eu ouvi o discurso ao vivo. Não teve tomates para assumir a sua religião, e inseriu-a no Cristianismo, o que está em grande debate e grande luta na América nomeadamente entre os Mormons e os Evangélicos.

John McCain (r) -> Deveria ter sido ele há 8 anos atrás e não o Bush. O mundo teria sido diferente. Gastou o dinheiro todo no inicio da campanha. Sem resultados, despediu toda a gente. Neste último mês tem vindo a subir. Talvez pelos bons resultados que ele previu que iriam acontecer no Iraque e que estão a acontecer após o surge. Tem contra si a idade e algumas posições divergente do núcleo duro conservador do partido. Vamos ver o que lhe acontece na Quinta.

Fred Thompson (r) -> Este vai para a história como o candidato que antes de o ser já tinha montes de apoio e montes de hype em sua volta. Ex actor, já era tido como o novo Reagan. Quando entrou na campanha revelou-se um grande zero. A muito custo está a subir pé ante pé...

Ron Paul (r) -> O meu preferido! Preferido por gerar um fru fru em sua volta que é demais. A maior parte dos seus apoiantes gosta das suas posições sobre a constituição, impostos e sobre o estado em geral. Eu nunca entendi muito bem as suas posições. A maior parte dos programas políticos de rádio na América é dominada pela direita e eles não gostam nada deste senhor. E uma franja dos seus apoiantes irrompem por entre programas com slogans do tipo “9/11 was an inside Job!”. Encontrei isto ontem ;) http://portugal4ronpaul.blogspot.com/

Restam o Duncan Hunter e o Tom Tancredo. Sendo que este último já desistiu :)

Ufa que isto já vai longo. Mas deliro mesmo com isto :)
Urbanamente::
urbanizado por jfd às 14:31
link do post | comentar | favorito
|

.Urbano

.pesquisar

 

.Abril 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.urbanidades recentes

. Sodade

. Dançando com os Dragões

. factor X

. D'aqui para a frente

. Eleições

. Tv?

. Humildade e Fé emocionant...

. Respeito!

. De Braços Abertos!

. Parabéns!

.urbanidades arquivadas

. Abril 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Março 2012

. Janeiro 2012

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

. Dezembro 2003

. Novembro 2003

.tags

. todas as tags

.favoritos

. Coisas simples

blogs SAPO

.subscrever feeds