Terça-feira, 17 de Agosto de 2004

O poder do jornalismo ...

Erro da revista «Veja» destruiu imagem de deputado brasileiro

SÉRGIO BARRETO MOTTA RIO DE JANEIRO
Em 1993, a principal revista semanal brasileira, Veja, publicou uma reportagem que desmoralizou o então presidente da Câmara dos Deputados, Ibsen Pinheiro. Com o título de «Até tu, Ibsen», a reportagem acusava o deputado de haver movimentado, ilicitamente, um milhão de dólares no exterior. À época, o nome de Ibsen era citado como possível candidato à presidência da República.

No entanto, segundo uma carta do jornalista responsável pelo artigo da denúncia, Luís Costa Pinto, pouco antes do fecho da edição o próprio profissional descobriu o erro que cometera: a quantia movimentada não era o milhão de dólares, mas inexpressivos mil dólares. Segundo o depoimento de Costa Pinto, agora publicado pela concorrente Isto É, a Veja decidiu não mudar a reportagem e, em vez disso, foi buscar depoimentos que corroborassem a denúncia. A Veja desvalorizou o facto de poder prejudicar a imagem da vítima, concentrando as suas preocupações em não ter prejuízo com a suspensão da distribuição, pois a revista já estava impressa.

De acordo com Costa Pinto, o então director executivo da revista, Paulo Moreira Leite, alegou que alterar a capa já impressa teria um grande custo e, assim, o melhor seria seguir em frente. A Veja publicou então a matéria desajustada da realidade, que fulminou a carreira de um expressivo deputado. A revista tinha uma tiragem de 1,2 milhões de exemplares.

A partir daí, Ibsen Pinheiro entrou em desgraça. Perdeu os seus direitos e foi esquecido pelos brasileiros. Onze anos depois, ele tenta reerguer-se. É candidato ao cargo por eleição mais modesto do país (o de vereador) na sua cidade, Porto Alegre, no Estado do Rio Grande do Sul. Este caso é um bom exemplo do que o mau jornalismo pode fazer a uma pessoa.

Há três meses, o jornalista Costa Pinto enviou uma carta à vítima, na qual admite que ajudou a prejudicá-lo e pede desculpas. Foi essa carta que deu origem à reportagem de Isto É, visando a reposição da verdade e lançando duras críticas ao comportamento ético da concorrente.

Hoje com 69 anos, Ibsen Pinheiro, embora tenha sido a grande vítima do caso, diz que não vai pedir indemnização. Afirmou que o mau jornalismo se combate com bom jornalismo e que somente um regime de plena liberdade de imprensa pode repôr a verdade. Ibsen diz que já obteve algum reparo moral e alegra-se que isso tenha ocorrido enquanto ainda está vivo.

Este episódio traz à discussão o que pode ser feito no Brasil para evitar repetições de acontecimentos semelhantes. A Federação Nacional dos Jornalistas apoia o projecto do Governo de criar um Conselho Nacional de Jornalismo, que teria poderes de controlar os meios de comunicação. A maior vítima de tudo isso, o ex-deputado Ibsen Pinheiro, declara-se contra a criação do Conselho, por considerar perigoso o controlo da informação por parte do Governo.

in http://dn.sapo.pt/noticia/noticia.asp?CodNoticia=166760&codEdicao=1204&CodAreaNoticia=13
urbanizado por jfd às 08:43
link | favorito
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

.Urbano

.pesquisar

 

.Abril 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.urbanidades recentes

. Sodade

. Dançando com os Dragões

. factor X

. D'aqui para a frente

. Eleições

. Tv?

. Humildade e Fé emocionant...

. Respeito!

. De Braços Abertos!

. Parabéns!

.urbanidades arquivadas

. Abril 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Março 2012

. Janeiro 2012

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

. Dezembro 2003

. Novembro 2003

.tags

. todas as tags

.favoritos

. Coisas simples

blogs SAPO

.subscrever feeds